segunda-feira, 16 de maio de 2011

Engraçado que eu consegui motivos suficientes para terminar o namoro, pensei e repensei tudo várias vezes... e, depois de feito, cade a certeza?
fugiu. Estou horrível pois depois de achar que estava fazendo a coisa certa, nao sei de mais nada e dá uma tristeza e um vazio que parecem não poderem ser preenchidos com nada. Mas vamos esperar, pois eu já tinha certeza que que nao dava mais certo. Mas confesso que estou um morto vivo.

domingo, 27 de março de 2011

Eu

Achei um texto que eu escrevi e senti necessidade de postar este fragmento:

"O simples fato de ter meus próprios gostos, estranhos mas meus, me exaltam. Gosto de me sentir exclusivo. Gosto de gostar, gosto dos meus prazeres, e não escondo isso de ninguém. Gosto de ficar sozinho, gosto de olhar pela janela, gosto de ver as nuvens se mexendo, gosto de respirar o ar gelado do ar condicionado, gosto de me sentar na janela, gosto de olhar por nada, e de pensar o que eu faria se eu fosse um urubu, gosto de tudo simetricamente organizado, gosto de ler o texto de algumas pessoas exclusivas, gosto de pensar o que os manequins pensam quando a gente passa em frente a vitrine, e de ficar imaginando a cara que a frente dos carros fazem. Gosto de muitas coisas, e é assim que eu sou."

Só isso.

quarta-feira, 21 de outubro de 2009

Tempos depois

Taaanto tempo depois, eu venho postar. Já tenho 18 anos. Ai que lindo. Estou tirando a Habilitação, aos trancos e barrancos. Se fosse fácil não teria graça. Amanha depois de requerer meu dinheiro de volta na auto-escola para ir para uma outra que seja decente, eu eaté posso descrever como foi o desenrolo para ficar registrado. =]

bjomeliga.

-as coisas estão tão diferentes desde a ultima postada ^^

sábado, 20 de junho de 2009

To listening.

Disseram pra mim:
"-Você está num vôo solo. Mas em um mundo de pessoas."

Acho que até faz sentido, sabe. Parar de (gostar de) ser sozinho. Isso tem que mudar.

Eu juro que vou tentar... "/

sexta-feira, 19 de junho de 2009

Pleh

Será que você ainda pensa em mim?
Será que você ainda pensa?
Às vezes te odeio por quase um segundo
Depois te amo

Quais são as cores e as coisas
Pra te prender?

sexta-feira, 12 de junho de 2009

Moi

Eu admiro o que me faz voltar
A ver a vida como eu sempre quis
Minhas verdades ninguém vai mudar
Nem apagar o que foi feito aqui

Hoje eu sou o que restou da dor
Da minha dor
Eu posso me esconder
Mas que a verdade seja dita agora:

Eu mudei por você
Mas não quis sofrer
Por ser tão real pra mim

Vou, aprendo a viver
E num segundo perder...

___________________

A vida é um sonho. Acordar é que nos mata.

-Não acordem.

domingo, 12 de abril de 2009

[coragem... !](no duplo sentido)

Amor, meu grande amor
Não chegue na hora marcada
Assim como as canções
Como as paixões
E as palavras...


Me veja nos seus olhos
Na minha cara lavada
Me venha sem saber
Se sou fogo
Ou se sou água...

Amor, meu grande amor
Me chegue assim
Bem de repente
Sem nome ou sobrenome
Sem sentir
O que não sente...

Que tudo o que ofereço
É, meu calor, meu endereço

Amor, meu grande amor
Só dure o tempo que mereça
E quando me quiser
Que seja de qualquer maneira...

Enquanto me tiver
Que eu seja
O último e o primeiro
E quando eu te encontrar
Meu grande amor
Me reconheça...